Procurar 

Nós, brasileiros, desde pequenos somos ensinados de que vivemos no melhor país do mundo. Aprendemos a ficar felizes por não termos maremotos, terremotos, furacões, tufões ou erupções vulcânicas. Nas aulas víamos a região árida Nordestina como a pior de nossas tragédias.

Quando chegamos ao ensino superior, seja engenharia, geologia ou geografia, começamos a ver os problemas ambientais de outra forma. Aprendemos sobre voçorocas, encostas, enchentes, rios, chuvas, curvas de nível e tantas outras coisas. Mas ninguém se lembra que tudo isso pode gerar tragédias ambientais que nós temos dificuldade de enxergar. Claro que os especialistas sabem e ensinam em aula, mas mesmo assim para a maioria de nós a ficha não cai. Pelo menos não a nível catastrófico. Passa por nossas cabeças apenas tragédias "normais" como a do morro do Bumba em Niterói, ocorrida em 2010.

Prova de que temos essa dificuldade de enxergar é que apesar dos orgãos meteorológicos avisarem horas antes de tragédias que vem chuva por aí, nós não fazemos nada. Será que é somente por incompetência de alguns ou porque não gera voto avisar o povo ? Não creio que seja apenas isso. Talvez um dos grandes motivos seja o não acreditar que algo catastrófico vai acontecer. No máximo uns corpos aqui e ali (de pobres) devem pensar. Afinal, o Brasil não é aquele país sem grandes tragédias ? Sem tsunamis ? Sem vulcões ?

http://oglobo.globo.com/rio/mat/2011/01/19/petropolis-desativou-estacoes-meteorologicas-meses-antes-da-tragedia-na-regiao-serrana-923570431.asp

http://extra.globo.com/noticias/rio/falhas-de-comunicacao-em-serie-agravaram-desastre-historico-na-regiao-serrana-do-rio-860648.html

http://www.istoe.com.br/reportagens/119998_A+MESMA+CENA+E+CADA+VEZ+MAIS+DOR+SOB+OS+DESTROCOS+PARTE+1


O que não sabemos é que as nossas “pequenas” tragédias de chuvas que geram enchentes em rios e desabamentos em encostas podem ser dos piores tipos de tragédias ambientais possíveis. Piores que vulcões, terremotos ou furacões.

Na China, em 1931, morreram milhões de pessoas (não escrevi errado não, foram milhões) em enchentes de rios. Veja nos dois links abaixo:
http://en.wikipedia.org/wiki/Yellow_River

http://www.guiky.com.br/2010/04/10-maiores-desastres-naturais-da-terra.html


Essa foi a pior tragédia ambiental da História. Normalmente pensamos em furacões, vulcões ou terremotos e não damos valor para qualquer chuvinha. Até na Bíblia, mesmo os céticos já sabem que muitas passagens são verificadas como possíveis ou prováveis de terem acontecido, consta a pior tragédia como sendo o Dilúvio de Noé. Mesmo que seja apenas folclore, o consenso bíblico é em torno de chuvas e não de terremotos ou vulcões.

Mas, em nosso país, além do problema de não acreditarmos que temos um tipo de tragédia ambiental anunciada também sofremos do problema de memória (como é de hábito ao Ser Humano e mais ainda por aqui).

Em 1967, na serra das Araras, também no Rio, tivemos uma das maiores tragédias ambientais brasileiras. O número de mortos comprovados não foi o maior do que algumas outras tragédias ambientais brasileiras ("apenas" poucas centenas), mas pelo tipo de desastre estimou-se que tenham morrido bem mais de 1000 pessoas, inclusive pelo número de desaparecidos.
Veja em:

http://diariodovale.uol.com.br/noticias/4,34343.html#ixzz1BRIymNZf

http://www.ufpe.br/rbgfe/index.php/revista/article/viewFile/76/76

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100113/not_imp494694,0.php

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/area+destruida+em+1967+foi+reocupada+em+caragua+sao+paulo/n1237959532790.html

Não adianta (pelo menos até a atual Tragédia Serrana, e espero que mude algo...) avisar. Por ironia do destino o IPRJ, instituto politécnico da UERJ em Nova Friburgo, que sofreu muitos estragos na tragédia, teve trabalho realizado por um aluno que consistiu no desenvolvimento de um sistema para processamento de imagens estereoscópicas a partir fotografias aéreas, objetivando a identificação de possíveis áreas de risco em encostas.
Veja em:
http://www.eng.uerj.br/noticias/1295230262-Quinta+feira+8+de+Julho+de+2009+Tragedia+Pesquisada+e+Anunciada+
Veja a tragédia no IPRJ:
http://www.eng.uerj.br/noticias/1295155478-IPRJ+Sofre+Grandes+Estragos+Com+As+Chuvas+da+Tragedia+Serrana

E o tempo está doido essa semana no Rio de Janeiro. Até tornado tivemos, e não foi na BR-3 e sim em Nova Iguaçu e adjacências:

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2011/01/ventania-deixa-casas-destelhadas-e-ruas-sem-luz-no-rio-e-na-baixada.html

Esperamos que nosso governador esteja certo e que Tupã realmente resolva os problemas nos próximos 4 anos.

Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 2011
Marco Antonio Perna
Engenheiro Cartógrafo e Analista de Sistemas.

Permalink  [ Escreva seu comentário ] ( 838 views )   |  [ 0 trackbacks ]   |  link relacionado

<Voltar | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | Próximo > Último >>


Avise Um Amigo
Avise um Amigo

Opiniões/Comentários



 

Adicione sua Opinião/Comentário

Escreva seu comentário abaixo.









Insert Special:


:-)







Moderation is turned on for this blog. Your comment will require the administrators approval before it will be visible.


Nutricao Clinica

Saude e Beleza Express


Agenda da Danca de Salao Brasileira

Tenha Sua Loja Virtual

Catalogo de Medalhas

DVDs dança de salão


free counters